Os torneios de buy-ins elevados nos principais circuitos do mundo têm sempre o atrativo de contar com grandes mesas, onde o poker é jogado no mais alto nível técnico. Não foi diferente no High Roller Single Day do PokerStars Caribbean Adventure, de buy-in US$ 25.000, que somou 58 entradas, sendo 41 únicas.

Com tantos craques no field, a mesa final não poderia ser diferente, reunindo grandes nomes do esporte. Somando as conquistas dos oito finalistas, o valor se aproxima de US$ 60 milhões em torneios live. O grande campeão foi Jason Koon, que conquistou o prêmio de US$ 421.080 e superou a marca de US$ 11 milhões em resultados ao vivo na carreira.

VEJA MAIS: Brasil ultrapassa Reino Unido e é o quarto país com mais representantes no Main Event do PCA

Mesmo em grandes eventos, a modalidade promove as suas surpresas. Com uma mesa recheada de nomes vitoriosos, Koon acabou enfrentando no heads-up o bielorrusso Mikalai Vaskaboinikau, que, antes desse resultado, possuía menos de US$ 1 milhão em prêmios.

A mão que garantiu o título do americano foi um all in pré-flop nos blinds 80.000/160.000, com ante de 20.000. Vaskaboinikau shovou aproximadamente 2,7 milhões e tomou instacall de Koon. No showdown, o americano mostrou AA contra K6 do adversário. O board trouxe Q85J3 e não mudou a situação. Com o vice-campeonato, o jogador da Bielorrússia conquistou o prêmio de US$ 304.580, chegando à marca milionária em premiações nos torneios live.

Veja a classificação da mesa final:

1º – Jason Koon (Estados Unidos) – US$ 421.080

2º – Mikalai Vaskaboinikau (Bielorrússia) – US$ 304.580

3º – Timothy Adams (Canadá) – US$ 196.500

4º – Nick Petrangelo (Estados Unidos) – US$ 148.780

5º – Benjamin Pollak (França) – US$ 115.100

6º – Chris Hunichen (Estados Unidos) – US$ 89.840

7º – Christopher Kruk (Canadá) – US$ 71.580

8º – Isaac Haxton (Estados Unidos) US$ 56.140
Credito: Superpoker